Já ouviu falar em vacuum forming? Trata-se de uma tecnologia que permite a formação de embalagens resistentes, de ótimo acabamento e com baixo custo de produção. Nesse artigo vamos comentar tudo sobre o assunto, desde o conceito até os benefícios dessa técnica. 

O que é vacuum forming

O vacuum forming (ou formação a vácuo) é um processo de termoformagem. Uma peça em formato de chapa é transformada, através do calor e do vácuo, em uma peça tridimensional, com as dimensões exatas do produto a ser embalado.

Esse processo permite a formação de praticamente qualquer formato de embalagem, inclusive as embalagens em blister. Por isso mesmo a técnica tem sido empregada pela indústria e varejo, como forma de garantir proteção aos produtos comercializados.

A máquina de vacuum forming opera da seguinte maneira: ela é forçada pelo vácuo a entrar dentro de um molde – especialmente preparado para o produto. Dessa forma, a peça base ganha a forma do molde, acondicionando o produto.

Atualmente o vacuum forming está sendo utilizado como alternativa aos métodos tradicionais de embalagem, como o alumínio, a madeira e o aço. Esses são materiais menos flexíveis, que não permitem a criação de uma embalagem sob medida.

Além disso, o custo de produção de embalagens com material plástico é consideravelmente mais baixo do que as embalagens tradicionais, em outros materiais. Esse não é, no entanto, o único benefício desse processo. Separamos algumas das principais vantagens abaixo.

Benefícios do vacuum forming

Chegou a hora de conhecer o motivo pelo qual o vacuum forming está ganhando cada vez mais espaço no mercado. Os seus benefícios demonstram a sua eficiência e superioridade com relação aos métodos tradicionais de embalagem.

Capacidade de produção

É possível embalar uma grande quantidade de produtos em pouco tempo, em uma máquina que ocupa pouquíssimo espaço. Para negócios que precisam de grande produção e de forma constante, esse processo é um dos mais indicados. Ele é rápido e apresenta padrão de qualidade elevado. 

Custo benefício do vacuum forming

Outra vantagem da embalagem produzida com vacuum forming é o custo-benefício. Pequenos e grandes negócios conseguem economizar muito com embalagem ao adotar o modelo em seus empreendimentos. Os moldes empregados são baratos, formados em sua maioria por plástico. 

Opções de design e acabamento

Sem dúvidas, um dos maiores benefícios desse processo é a opção de acabamento e design exclusivo. Diferente das embalagens genéricas, a formação a vácuo permite a criação de embalagens sob medida para cada produto. O resultado estético é incrível!

Durabilidade e resistência

Apesar de serem confeccionadas em plástico, as embalagens criadas a partir do processo de vacuum forming apresentam grande resistência. Na prática, isso significa que o seu produto estará seguro contra as intempéries, seja no armazenamento, seja no transporte. 

A embalagem é durável, além de proporcionar maior durabilidade ao produto que está em seu interior. 

Onde o vacuum forming pode ser aplicado

A aplicação do vacuum forming no mercado é muito ampla. Esse processo de embalagem tem sido empregado em vários setores e segmentos de produção, desde grandes empresas e indústria até o varejo de modo geral. 

Equipamentos eletrônicos, cosméticos, roupas e até mesmo alimentos podem ser embalados através da formação a vácuo. Além disso, por permitir a produção sob medida e personalizada, muitos empreendedores estão optando pelo vacuum forming.

Exemplos de usos para essa tecnologia:

  • Banheiras plásticas;
  • Chassis de tratores em peça única;
  • Potes plásticos de cozinha (desde lancheiras a potes de armazenamento);
  • Interiores de automóveis, tratores, aviões;
  • Bandejas;
  • Peças de Refrigeração;
  • Peças de caixa eletrônico;
  • Brinquedos;
  • Carenagens em geral

Como você pode ver, o vacuum forming é um processo versátil, de baixo custo e que oferece muitas outras vantagens para a embalagem de produtos. Um opção a ser considerada para reduzir custos e potencializar a produção.

Open chat