Seu fabricante não esteriliza a embalagem blister? Entenda o risco à saúde!

A embalagem blister deve ser esterilizada seguindo um processo específico de limpeza para que os produtos estejam seguros para a venda. Do contrário, pode haver contaminação. 

Esse procedimento não envolve apenas a remoção da sujeira que existe na embalagem, mas também serve para que todos os micro-organismos presentes na embalagem sejam eliminados. 

A prática da esterilização é aplicada há muito tempo. A humanidade adotou essa medida como uma forma de segurança aos profissionais que trabalham em diferentes segmentos e seus consumidores. 

O procedimento de esterilização é bastante simples, nele se busca eliminar todas as vidas microbianas que estão presentes na embalagem blister que podem contaminar os produtos, objetos e outros materiais.

A importância de esterilizar a embalagem blister

É preciso esterilizar a embalagem blister porque, durante o processo de esterilização, os organismos como bactérias, vírus e fungos são eliminados. Dessa forma, garante-se um produto saudável e durável. 

Quando o procedimento de esterilização é seguido corretamente, todos os produtos que estão presentes no interior da câmara do esterilizador já estão totalmente em segurança para serem encaminhados para comercialização. 

Vale ressaltar que o local em que a câmara de esterilização estiver instalada pode conter a presença de alguns microrganismos. 

Dessa maneira, logo que remover a carga presente na câmara, ela estará novamente contaminada pelos microrganismos que foram esterilizados anteriormente. 

É muito comum que os produtos sejam mantidos armazenados por muito tempo antes de serem, de fato, comercializados para os consumidores. 

Dessa forma, está claro que quando os produtos não são armazenados em embalagem blister e esterilizados de maneira correta, então ele poderá sofrer com uma nova contaminação. 

Então, se for necessário, é essencial realizar o procedimento mais de uma vez para garantir a segurança. 

Mas o material que está presente na embalagem blister é adequado para manter os produtos que estão presentes dentro do pacote em segurança. 

Portanto, se você é um empresário que zela pela qualidade, através da blister, seus produtos são mantidos em segurança. 

A embalagem blister também protege o produto no momento em que ele está sendo manuseado e transportado até os comerciantes que solicitarem essa opção. 

Antes de serem embalados, também é essencial que o produto passe por uma esterilização também, processo conhecido como “esterilização terminal”. 

O que é a esterilização?

O processo de esterilização diz respeito à destruição de todos os formatos de vidas microbianas que podem estar presentes na embalagem blister ou nos produtos. 

Ao seguir corretamente esse processo, os comerciantes garantem que as vidas microbianas sejam eliminadas, mantendo segura a vida das pessoas e dos comerciantes. 

Os materiais e as embalagens podem passar por diferentes tipos de procedimentos, sejam eles físicos ou químicos. 

No final, está garantido que a possibilidade dos fungos, bactérias ou vírus de sobreviverem a esterilização é muito menor do que uma em um milhão. 

Mas essas não são as únicas vantagens de seguir o processo de esterilização na embalagem blister. Esse processo também deve ser seguido para que os comerciantes garantem os seguintes fatores:

  • Maior segurança, tanto para os comerciantes quanto aos consumidores
  • O estabelecimento está seguindo todas as normas estabelecidas pela Anvisa
  • Os produtos garantem uma maior vida útil quando mantidos nesse tipo de embalagem com o protocolo de esterilização
  • O custo com a otimização e a economia em recursos são menores

Vale ressaltar que o processo de desinfecção, por mais eficaz que pareça ser para efetuar a eliminação dos micro-organismos, não elimina os esporos e outros vírus da embalagem dos produtos. 

Sendo assim, somente o processo de desinfecção não é suficiente para garantir a segurança dos profissionais e dos consumidores. 

Quais são os processos de esterilização que existem?

Existem alguns processos de esterilização, divididos dentro das categorias físicas e químicas, que garantem que o produto seja entregue aos estabelecimentos e sejam comprados pelos consumidores com segurança. 

Mas para saber qual é o melhor método para adotar em cada caso do produto com embalagem blister, leve em consideração o tempo de exposição e a concentração do agente.
Entre em contato com a TPU embalagens hoje mesmo. Será um prazer ajudar você a manter a segurança de seus produtos!

Open chat